Sem ataque… Sem gols…

O Icasa queria supreender o Sport e o fez. Logo na escalação o Flávio Araújo contrariou a todos e colocou o time em 3-6-1, trocando Jacaré pelo Carlinhos. O Icasa mostrou de fato o seu poderio jogando no Romeirão nesta Série B. A equipe se atirou no ataque desde o início do jogo com um bom toque de bola e velocidade no meio de campo, porém abusava de chutes de fora da área sem direção mostrando que falta um jogador de finalização, ou melhor, um matador. Com esse sufoco, o Leão só começou a jogar com mais tranquilidade após os 15 minutos. Quando começou a atuar com inteligência na marcação e na saída de bola, a equipe rubro-negra criou pelo menos três chances claras de abrir o placar no estádio Romeirão. Ciro, Wilson e Marcelinho Paraíba desperdiçaram oportunidades claras de frente com o goleiro Marcelo Pitol.

O Icasa também não deixou por menos e chegou perto de marcar, mas parou nas boas defesas de Magrão. O goleiro fez pelo menos dois milagres nos minutos finais da primeira etapa nos chutes de Carlinhos, de dentro da área, e Júnior Xuxa, em um forte chute de for a da área.

Quando o Sport “parecia que ia” dominar o jogo, o Icasa por pouco não abriu o placar em duas oportunidades. Aos 40 minutos, Panda chutou na trave e, no rebote, Everaldo chutou rasteiro dentro da área e Magrão salvou mais uma vez sendo essa a maior chance de gol de todo o jogo. Mesmo assim, o placar não saiu do 0x0.

O que realmente me indignou foi a Flávio tendo apenas um atacante, e com um certo domínio de jogo no segundo tempo não ousou em colocar mais atacantes já que precisávamos de um vitória. Isso tendo três atacantes no banco…

O destaque da partida vai para o nosso baixinho Guto, que se mostrou incansável na partida. Era impressionante com conseguia vê-lo armando jogadas bem como fazendo marcação, outrora fazendo cobertura, e sem contar que saia com qualidade para cima da defesa adversária.

Depois desse jogo continuamos a reivindicar um atacante de área, um finalizador* pois até um cego no Romeirão, “consegue ver” esse problema. Que a diretoria perceba que “não rola” mais contratar atacantes que são tidos por apostas, onde o salário é bem acessível, e sim contratar realidades, mesmo que tenhamos que abrir mais o bolso, pois tal investimento será satisfatório tendo em vista a permanência na série B.

Minha sugestão à diretoria é que leiam um pouco o que postaram aqui.

*Atacante que joga dentro da área, oportunista, que saiba fazer gols, onde não necessariamente apresente habilidade com a redonda.
Foto: Futura Press/Fonte: Jc Online
Anúncios

Sobre djunio
Estudante, graduado em Licenciatura em Matemática no ano de 2005 pela Universidade Regional do Cariri - Urca, mestre em Matemática pura no ano de 2008 pela Universidade Federal de Campina Grande - UFCG, e atualmente doutorando em Matemática pela Universidade Federal do Ceará - UFC. Apaixonado pelo Icasa, o Verdão do Cariri!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: